Cabritinhos terão 20 linhas na Ilha

O diretor do Sindicato Municipal de Vans do Rio (Sindvans-Rio), conhecido como “Walter dos Cabritinhos” participou de um encontro realizado no sábado (25,) promovido pelos operadores de “cabritinhos” com o Secretário Executivo de Coordenação Política, Rafael Picciani. O evento foi realizado em uma das dependências da União da Ilha e contou com a presença de autoridades e dezenas de motoristas de cabritinhos – kombis que transportam passageiros entre as comunidades e as vias principais.
Na reunião foi anunciada a regularização da atividade e a permissão da prefeitura para a operação de 20 linhas. Para Walter, a legalização tem um significado especial em razão da grande necessidade da população e o fim da intranquilidade gerada pela constante fiscalização dos órgãos de transportes.
Na opinião do Deputado federal Pedro Paulo, presente ao encontro, a regularização desse serviço é uma vitória da classe. “Essa é uma conquista desses profissionais que esperaram por muitos anos essa legalização. Agora o cidadão poderá usar as kombis do sistema para se deslocar com tranquilidade e segurança até as comunidades.”
Para o ex-subprefeito, Nelsinho Miraldi, além de ajudar centenas de pessoas que sustentam suas famílias e já trabalham há anos neste serviço, a legalização vai possibilitar a instalação de validadores de bilhete único nas kombis. “O passageiro poderá utilizar o bilhete no cabritinho e pegar gratuitamente um ônibus para seu destino”
O encontro também contou com a participação da Vereadora Tânia Bastos que acompanha as reivindicações da classe. A expectativa do Sindicato das Vans é que nos próximos 15 dias sejam publicadas no Diário Oficial as resoluções da SMTR que regulamentam com detalhes a circulação dos “Cabritinhos”, para o início imediato das operações de modo legalizado.
A expectativa dos usuários é grande devido a dificuldade de acesso dos ônibus nas partes mais altas da região, principalmente nas comunidades onde as ruas são estreitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *